Perseguir alguém no Facebook, especialmente tratando-se de alguém com quem existiu um relacionamento, é um passatempo de muitos utilizadores na maior rede social do mundo. Um estudo recente acerca do tema concluiu que 88% das pessoas já perseguiram um ex-namorado ou uma ex-namorada no Facebook.

O Estudo chama-se “Fim de relação e consequências no Facebook” e contou com a participação de pessoas entre os 18 e os 39 anos que tinham terminado uma relação nos últimos 12 meses.

Os números são algo assustadores, uma vez que 70% admitiram que visitam diariamente a conta da pessoa com quem mantiveram uma relação, através da conta de um amigo em comum.

Mais grave ainda é que 74% admitiram investigar o perfil da pessoa que se encontra actualmente com o ex-companheiro(a) ou qualquer pessoa que seja muito chegada.

Vamos agora a algumas conclusões no mínimo interessantes:

48% das pessoas mantiveram-se amigas dos seus ex no Facebook

88% assustam os seus ex

70% utilizam o perfil de um amigo em comum para espiarem o seu ex

74% das pessoas tentam assustar o novo parceiro

64% das pessoas tornam a ler ou a analizar mensagens antigas que trocaram com o ex-parceiro(as).

50% apagam as fotografias do ex do seu perfil.

31% colocam fotografias para fazerem os ex ficarem com ciumes.

33% Colocam uma música relacionada com o ex-parceiro(a).

52% ficam com ciúmes do que os ex-companheiros(as) colocam no Facebook.

Uma das principais conclusões deste estudo, se as quisermos tirar, é que é muito importante que cada utilizador saiba exactamente quem tem no Facebook. Os perigos são muitos e mais vale prevenir do que remediar.

Se levar este estudo a sério então deixamos-lhe alguns conselhos para se proteger:

1. Mude a sua password – Algumas pessoas partilham passwords com a pessoa com quem estão e esquecem-se de as mudar quando termina o relacionamento. Deste modo, podem estar a ser espiadas sem saberem.

2. Deixe de ser amigo do seu ex-companheiro(a) no Facebook se a relação terminou “menos bem”.

3. Considere remover amigos em comum com o seu ex-companheiro(a). O estudo mostra que existe uma boa possibilidade de estar a ser seguido(a) através de um desses perfis.

4. Crie uma lista no Facebook de amigos chegados e limite a esses amigos as publicações mais pessoais.

5. Aconselhe a pessoa que está numa relação consigo a fazer o mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*