Caminhamos a passos largos para a noite de Natal e os dispositivos digitais vão certamente fazer parte da lista de compras dos portugueses. Esta lista de compras é planeada em muitos casos com consultas no computador quando estamos em casa ou até no trabalho, e no smartphone quando já nos encontramos na loja. Em muitos casos as compras são inclusivamente feitas no próprio computador.

Há cerca de um ano apresentámos 10 dias de segurança para que fizesse compras on-line seguras. Este ano voltamos a abordar o tema e adicionamos mais algumas sugestões.

Optimize a sua máquina de compras: Assim como trata do seu carro antes de fazer uma longa viagem, o seu computador necessita de alguma atenção antes de fazer as suas compras on-line. Dê-lhe ainda mais protecção ao fazer a actualização do seu browser, sistema operativo e antivírus.

Mantenha-se fiel: Adquira os seus produtos nos sites com uma elevada reputação, ou então onde está habituado a fazer compras.

Desconfie de ofertas muito generosas: Se é bom demais para ser verdade, então provavelmente é. Apesar destes negócios parecem muito tentadores, é sempre mais seguro evitar promoções que envolvam os mais recentes produtos, a preços inacreditáveis. Em caso de dúvida, poderá sempre utilizar o Google para procurar pela opinião de outros utilizadores.

Insista em transacções seguras: Quando está a fazer uma encomenda num site verifique se está perante uma ligação segura SSL. Se estiver, o endereço que surge no seu browser deverá ser precedido de https ou shttp ao invés de apenas http.

Pense antes de agir: Observe com atenção ofertas de ultima hora que chegam de forma não solicitada ao seu correio electrónico. Se considera que o negocio é real, abra o browser e escreva o nome do site manualmente ao invés de dar um clique no seu e-mail.

Atenção aos hotspots: Não confie em qualquer rede sem fios que esteja disponível. Preferencialmente deverá utilizar sempre as redes seguras e que pertençam aos operadores nacionais. É que através de uma rede WiFi falsa é possível aos cibercriminosos acederem a tudo o que é transmitido sem fios, entre o seu computador e o site ou serviço de destino.

Utilize o cartão de crédito: Se for vitima de um esquema e quiser recuperar o seu dinheiro terá mais sorte do que se utilizar um cartão de débito.

Questione as perguntas que lhe fazem: Algum malware consegue adicionar questões extra aos formulários que utiliza on-line. Por esse motivo se um site de compras lhe pede demasiadas informações abandone a transacção e analise o seu computador com uma solução de segurança antivírus.

Não espere receber dinheiro em troca de responder a questionários: Existem muitos sites legítimos com questionários de satisfação, mas quando surge uma janela prometendo-lhe dinheiro, ou prémios, por responder a inquéritos tão simples como “Utiliza a Internet”? feche-o de imediato. Mais do que isso, nunca introduza o seu número de telemóvel nestes questionários. A maioria destes questionários pretende o seu número para lhe enviar uma mensagem de adesão a determinados serviços. Se confirmar a adesão no seu telemóvel começará a ser debitada uma taxa de, pelo menos, 4 Euros por semana.

Bloqueie os seus dispositivos: Proteja por palavra-passe o seu portátil, tablet e smartphone para que no caso de o perder, estranhos não tenham acesso aos seus dados. Qualquer um estes dispositivos tem um menu que lhe permite activar as opções de segurança. Escolha uma palavra-chave que não tenha tendência a esquecer, mas evite combinações simplistas como 123456 ou abcd.

Crie Cópias de Segurança dos seus dados: Caso nestas férias de Natal surja o problema de perder o seu computador ou de o smartphone ser roubado, a situação pode ser menos grave se tiver uma cópia de segurança dos seus dados. Lembre-se de fazer uma sincronização com o computador, pelo menos a cada dois dias (idealmente um dia) para que nada se perca.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*