Um estudo realizado pelos investigadores do Swarthmore College na Pensilvânia, determinou que é possível obter-se padrões e números PIN de bloqueio, analisando a informação que determinados sensores dos smartphones, como o acelerómetro, geram e armazenam.

De acordo com este estudo, o acelerómetro dos telefones inteligentes armazena, normalmente, dados relacionados com o movimento em três dimensões: lado a lado, para frente e para trás, para cima e para baixo. Com estas informações, os investigadores descobriram que é possível adivinharem os padrões de bloqueio e números PIN, utilizados para proteger os smartphones.

012250838-stock-market-and-mobile-bankin-623x432

Durante o teste, a informação registada pelo acelerómetro do dispositivo foi capturada, exportada e analisada, de modo a ser comparada com um dicionário previamente preparado. O resultado foi surpreendente, dado que o programa desenvolvido pelos investigadores acertou várias vezes, 43% no que diz respeito a números PIN e 73% no caso dos padrões de bloqueio tão vulgares no sistema operativo Android. Contudo, estas porcentagens diminuem se a pessoa utilizar o telefone quando está em movimento. Isto deve-se ao facto dos movimentos introduzirem “ruído”, dificultando a obtenção da informação.

Segundo Dr. Aviv, um dos investigadores, a preocupação por parte dos profissionais de segurança no que diz respeito a este tema, está a aumentar.

Ainda que esta investigação seja uma “prova de conceito”, não deixa de ser preocupante.

 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*