Autoridades do Pentágono revelaram um campo de batalha virtual, utilizando o sensor de movimento 3D Oculus Rift, que transforma os ataques informáticos em visões 3D onde os defensores podem “olhar ao seu redor”, utilizando este gadget com acelerómetros, relata a Wired.

O projecto experimental foi criado pela DARPA (Defense Advanced Research Projects Agency), como parte do seu programa Plano X, cujo objectivo é tornar a defesa informática a nível militar tão simples como utilizar armamento físico.

“Pelo facto de não estar numa visão bidimensional, pode olhar em redor dos dados. Olha para a sua esquerda, olha para a direita, e vê diferentes sub-redes de informação” afirma, Frank Pound da Darpa.”Com os Oculus Rift fica totalmente envolvido no ambiente. É como se estivesse a nadar na internet. “

Os Oculus Rift VR oferecem uma experiência 3D completa, onde as pessoas podem rodar as suas cabeças devido aos acelerómetros embutidos. A adição de hardware ao sensor de movimento, assegura as interacções com aplicações simplesmente movendo-se os dedos.

A Marinha dos EUA já usa o Rift para simulações de treino. A demonstração DARPA colocou guerreiros virtuais contra diversas ameaças, como ataques de DDOS, numa rede esférica de computadores a serem atacados por ameaças virtuais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*