Recentemente chegaram à Internet diversas notícias acerca de um novo ransomware para o sistema operativo Android. Apesar deste facto parecer perturbador e existir a possibilidade de surgirem ameaças muito problemáticas nos smartphones e tablets Androids, ainda não é necessário entrar-se em pânico.

Um caso de identidade falsa

A escolha de um título é sempre uma tarefa difícil: Como é possível resumir uma situação complicada de uma forma que para além de expressar a gravidade da situação, tudo seja feito em apenas algumas palavras? Por vezes, este processo pode correr mal e causar confusões inesperadas (ou neste caso, preocupações, por enquanto, desnecessárias).

Um dos primeiros artigos a surgir em sites e blogs mencionava um novo ransomware para Android que apelidaram de ”CryptoLocker-Like ransomware”. Ora quem leu a notícia e deparou-se logo no título com a palavra CryptoLocker ficou certamente um pouco inquieto. Importa salientar que esta ameaça é considerada por muitos como um dos malwares mais assustadores de todos os tempos, devido às suas tendências destrutivas de dados.

Mas na realidade nem todo o ransomware é tão destrutivo ou tão eficaz quanto o CryptoLocker. O ransomware que foi encontrado no Android (detectado pelo ESET Mobile Security para Android como Android / Koler.a) é uma das variedades menos eficazes. É um ransomware que consiste num ecrã de bloqueio, ao invés de ser um filecoder. Ou seja, ele tenta bloquear o ecrã para impedir que o utilizador seja capaz de usar on seu telefone, mas não encripta os ficheiros.

Neste caso, o ransomware é ainda menos eficaz do que o habitual: Ele não bloqueia completamente o ecrã, mas desabilita sim o botão Voltar. Para além disso ele pode ser desinstalado uma faz que não faz nada para prevenir a sua própria remoção. Importa salientar que este malware também depende de engenharia social para levar as pessoas a instalá-lo, ou seja, ele não se instala silenciosamente ou automaticamente.

Como sempre aqui estão umas dicas para que esteja mais protegido:

Faça backup dos seus dados – A melhor coisa que pode fazer para evitar problemas devido a ransomware é fazer um backup dos seus dados. Se o fizer estará protegido.

Não instale ficheiros estranhos a partir de hiperligações que possa receber por email ou sms – Instale apenas aplicações a partir de uma App Store respeitável. Nestas lojas procure as aplicações com classificações mais elevadas.

Analise os ficheiros antes dos instalar – Certifique-se que tem um software antivírus instalado no seu sistema operativo Android e utilize-o para analisar as aplicações antes de as instalar.

Poderão surgir ameaças ransomware para Android mais poderosas no futuro, por isso não é má ideia começar a proteger o seu sistema operativo agora mesmo. Porém, por enquanto, não existem ainda razões para temer o Cryptolocker para Android.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*