O número de crianças que interage com a Internet está a aumentar, especialmente nas classes etárias inferiores. Um estudo recente afirma que uma em cada oito crianças, chega à Internet antes dos dois anos de idade.

O papel dos pais modernos não é serem polícias mas sim educadores e acima de tudo prepararem as crianças para que elas possam obter o máximo da tecnologia, sem estarem expostas a conteúdos inapropriados ou perigosos.

O ESET Smart Security oferece uma protecção muito eficaz contra conteúdos indesejados que quando combinada com as regras que revelamos abaixo, assegura que os perigos existentes no mundo online se mantêm longe dos seus filhos.

Não afaste as crianças da tecnologia

As crianças utilizam a Internet sempre que existe oportunidade – e a melhor forma de saberem como devem utilizá-la vem de si. Isto é algo que deverá começar a fazer logo numa idade pré-escolar. David Harley, Investigador Senior da ESET, afirma que a ideia principal passa por uma introdução curta e guiada. Deverá encorajar os seus filhos a tirarem dúvidas, experimentarem o mundo online e a estabelecerem um diálogo construtivo. Exemplo: “Diz aqui que…. isto é realmente verdade?”

Cuidado com as Webcams

Se o seu computador tem uma webcam integrada tenha cuidados redobrados – os cibercriminosos utilizam por vezes malware conhecido como R.A.T (Remote Access Tools) para espiarem as suas vítimas através das câmaras. Desligue todas as câmaras, se possível, nos computadores que os seus filhos utilizam – ou, caso não o possa fazer – utilize algum tipo de fita sobre as lentes. Mantenha também o seu antivírus sempre actualizado para eliminar qualquer forma deste malware que possa estar presente no computador.

Fale com os seus filhos sobre o cyber-bullying

O Cyber-bullying é algo muito comum e deverá certificar-se que os seus filhos têm a abertura suficiente consigo para lhe relatarem de imediato quaisquer problemas que surjam. Assegure-se que eles nunca respondem a eventuais bullies. À semelhança de responder a um spammer, é como colocar um sinal luminoso a dizer “Eu existo e estou aqui”. No caso destas situações se verificarem, diga-lhes que guardem ou imprimam as conversas, bloqueiem quem enviou as mensagens e falem de imediato consigo.

Saiba que dispositivos se ligam à Internet

Os cyberbullying está presente em peso nos jogos online. Para além disso diversos gadgets ligam-se à Internet e têm um browser que permite às crianças navegarem. Saiba que dispositivos se ligam online e veja quem são as pessoas que normalmente jogam com os seus filhos.

Seja amigo do seu filho

Onde for possível – e apropriado – seja amigo do seu filho nas redes sociais. Crie um perfil para o efeito e desse modo o seu filho irá ter alguns cuidados redobrados, especialmente por saber que o pai está presente.

Utilize os sistemas de controlo parental

Muitos dispositivos têm mecanismos de controlo parental que ajudam a proteger as crianças de conteúdos inapropriados. Também os computadores possuem algumas ferramentas de base que podem ser complementadas de forma eficaz com as soluções da ESET, nomeadamente, com o ESET Smart Security para PC ou com o ESET Cyber Security Pro para Mac.

Não deixe tudo para o seu filho

A pior coisa que pode fazer enquanto pai é assumir que a sua criança é mais sabedora e que nunca conseguirá saber tanto quanto ele. David Harley, investigador sénior da ESET, afirma que os problemas devem ser enfrentados em conjunto. Se por um lado a criança pode ser tecnologicamente mais desenvolvida, por outro os pais têm a experiência necessária para enfrentarem determinadas situações. Assim,

Crie contas separadas para os seus filhos

É tentador deixar toda a família usar a mesma conta no computador – porém se cada utilizador tiver a sua conta será mais fácil controlar o que cada um faz quando utiliza o PC. Se tiver mais do que um filho isto tem ainda a vantagem de poder personalizar o nível de protecção adequado às necessidade sde cada um.

Verifique o browser que os seus filhos usam

Mais de metade dos adolescentes mente aos pais acerca do que fazem online, de acordo com um estudo recente – por isso browsers adicionais podem estar instalados no computador. Uma análise periódica à pasta programas vai-lhe permitir verificar se o seu filho estará a usar algum navegador adicional.

Opte por uma solução de segurança que lhe permita bloquear conteúdos ofensivos de um modo personalizado

O ESET Smart Security permite aos pais bloquearem 20 categorias de websites e personalizar definições de acordo com a idade da criança. O software fica bloquear por palavra-passe não permitindo ao seu filho “desfazer” configurações feitas por si.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*