Um novo estudo revelou que um em cada seis britânicos já foram vitimas de crimes informáticos. Segundo a ITV, 16% dos britânicos já foram vítimas de ciberataques, onde se enquadram esquemas de phishing, roubo de dados pessoais e sua utilização online, ou contas alteradas.

De acordo com a investigação, a maioria dos ataques (83%) ocorreram em computadores de secretária ou portáteis, 21% em smartphones e 17% em tablets.

“Este ano provou ser um ponto de viragem para smartphones e tablets. O rápido aumento da procura de serviços bancários on-line e de retalho, combinados com a pouca segurança dos dispositivos criou uma grande oportunidade para os cibercriminosos deixando muitas pessoas e empresas extremamente vulneráveis “, afirma Ori Eisen, investigador-chefe da Experian, citado pela IBN Live.

Esta afirmação explica-se pela estudo realizado em que se concluiu que 93% dos ingleses tiveram algum tipo de protecção anti-vírus instalada no computador (de secretária ou portátil), mas apenas 40 por cento fizeram o mesmo nos smartphones.

O estudo revela alguma ignorância no campo da segurança em mobilidade, uma vez que só 41% dos utilizadores acreditam que os seus smartphones ou tablets estão vulneráveis a vírus e outras ameaças.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*