Está preocupado com o cibercrime? O receio de um ataque informático causa-lhe insónias? Considera que os seus colegas ou colaboradores podem estar a descarregar software malicioso? Não está sozinho nestes medos.

Nos últimos anos, o local de trabalho está cada vez mais digital e por esse motivo estas preocupações são legítimas. Isto torna-se particularmente relevante, se assume um cargo importante na sua empresa – não só compreende melhor os riscos de uma eventual falha de segurança, como também sabe que a responsabilidade é sua.

O custo global do cibercrime é altíssimo e as ameaças estão mais perigosas que nunca. Nas próximas linhas dizemos-lhe onde estão as principais falhas das empresas.

Palavras-passe fracas

As palavras-passe fracas continuam a representar um enorme problema e são sem dúvida um dos principais riscos de segurança para qualquer empresa, independentemente da sua dimensão.

Num estudo denominado “Federal Government’s Track Record on Cybersecurity and Critical Infrastructure” estão relatados muitos problemas relacionados com palavras-passe fracas e ainda com o facto de não serem alteradas ao longo de vários anos.

Como resolver:

Utilize sempre um conjunto de símbolos aleatórios em todas as palavras-passe. É importante também utilizar carateres em letra grande e letra pequena.

Estabeleça dias para alteração das palavras-passe. Mudar as passwords com frequência é um aspeto essencial para a segurança de qualquer empresa.

Utilize um sistema de autenticação de dois fatores.

Dispositivos móveis

A forma como trabalhamos mudou significativamente desde que entrámos no novo século, com as práticas digitais a alterarem os métodos de operação tradicionais. Estamos mais tecnológicos e os dispositivos móveis são os principais responsáveis, uma vez que nos permitem trabalhar onde e quando for necessário.

Não só geramos no dia-a-dia cada vez mais dados, como acedemos em casa ou no trabalho a diversas informações pessoais ou empresariais. Os cibercriminosos também sabem disso e como tal estão a focar-se cada vez mais nos dispositivos móveis, como smartphones e tablets, para conseguirem lucrar.Nos últimos anos nasceu a tendência do BYOD (Bring Your Own Device), ou seja, a utilização dos nossos próprios dispositivos para trabalhar o que levanta diversos problemas de segurança para as empresas.

Como resolver:

Assegure que todos os dispositivos que acedem à rede empresarial ou a documentos confidenciais estão devidamente protegidos por uma solução de segurança eficaz.

Adicione uma nova camada de proteção através de tecnologias de encriptação.

Informações acessíveis

No século XXI o bem mais precioso para uma empresa são os seus dados. Por esse motivo, torna-se crucial proteger com eficácia todas as informações. A fuga de dados pode levar a uma perda total da credibilidade de uma organização e a multas muito pesadas.

Como resolver:

A melhor forma de resolver este tipo de problemas é investir em tecnologias de encriptação. Esta encriptação deverá estar presente em todos os ficheiros confidenciais e dispositivos. Se é informação sensível, é sempre muito atrativa para os cibercriminosos.

Os colaboradores

Para além dos dados, os colaboradores são outro dos bens essenciais para qualquer empresa. Se por um lado são responsáveis por manterem o negócio em funcionamento, por outro podem representar um grave risco caso apresentem comportamento perigosos ao nível da segurança.

Como resolver:

Efetue sessões de formação e esclarecimento regulares sobre cibersegurança
Partilhe informações acerca de melhores práticas como regularidade, por exemplo, através de email.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*