O Adobe Flash Player é um dos brinquedos favoritos dos criminosos ao nível do software. O motivo? Bem existem alguns.

Em primeiro lugar, o Adobe Flash Player esteve e continua a estar em diversos computadores. Apesar de muitos utilizadores o terem deixado de utilizar, especialmente com o surgimento do HTML 5, continua a estar presente de modo silencioso em diversas máquinas. Deste modo, os criminosos continuam a ter muitas vítimas para atacar.

Em segundo lugar, a versão do Adobe Flash Player que está instalada nos computadores pode estar desatualizada. Os utilizadores podem não ter configurado corretamente as atualizações ou terem selecionado a opção de ignorar avisos futuros. Nada atrai mais um criminoso do que um computador com aplicações estão desatualizadas. É como deixarem a porta da vossa casa aberta e sem vigilância.

Em terceiro, existe um grande historial de criminosos que descobriram diversas falhas de segurança críticas no Adobe Flash Player e que criaram kits de exploits que permitem a exploração das mesmas.

O motivo pelo qual estamos hoje a falar deste assunto é porque a Adobe lançou um alerta de segurança que se estende ao Adobe Flash Player para Windows, Mac, Linux e Chrome OS.

As atualizações referem-se a vulnerabilidades críticas que podem permitir que um criminoso assuma o controlo de um sistema vulnerável, permitindo desse modo a execução de código no computador da vítima e o controlo dos dispositivos.

A Adobe recomenda que os utilizadores do Adobe Flash Player Desktop Runtime para Windows, Macintosh e Linux atualizem o Adobe Flash Player para a versão 26.0.0.137 o mais rapidamente possível. Isto pode ser feito através da página oficial de download do Adobe Flash Player ou através da própria aplicação, caso esteja definida para “instalar atualizações automaticamente quando disponíveis”.

 

Mais informações e download estão disponíveis aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*