Amazon Rekognition: Uma possível ameaça aos direitos civis?

0
184

O sistema de reconhecimento facial da Amazon, o Amazon Rekognition, tem sido criticado por grupos de direitos civis nos Estados Unidos devido à possibilidade de ser mal usado por forças de segurança.

A ACLU (a União Americana de Liberdades Civis) divulgou um comunicado onde pede à empresa que se abstenha de vender o Amazon Rekognition a agências de forças de segurança, por temerem que a tecnologia seja usada de um modo que possa associar injustamente protestantes a indivíduos considerados suspeitos por forças policiais.

A ACLU encabeça um grupo de várias organizações de direitos civis que temem que a tecnologia seha usada por forças de segurança como uma ferramenta de vigilância. Estes medos consolidaram-se na passada terça-feira, quando a ACLU lançou um acervo de de registos públicos que detalhavam como a Amazon tem vendido o software a várias forças de segurança.

O comunicado sublinha que o software ameaça a liberdade civil dos cidadãos, acrescentando que “ao automatizar o processo de vigiância em massa, os sistemas de reconhecimento facial como o Rekognition ameaçam essa liberdade, e representam uma ameaça em particular para as comunidades que já são visadas injustamente no atual clima político. Assim que poderosos sistemas de vigilância como estes são criados e usados, os danos serão extremamente difíceis de desfazer”.

Numa carta endereçada a Jeff Bezos, diretor executivo da Amazon, o grupo delineou os seus medos e preocupações sobre o uso indevido do Rekognition, deixando claro que acreditam que o Amazon Rekognition “está a postos para ser abusado pelos governos”, e implora também à Amazon que “seja ágil na defesa dos direitos e liberdades civis”.

Nina Lindsey, porta-voz da Amazon, veio a público afirmar que exigirá que os seus clientes “cumpram a lei e que sejam responsáveis ao usarem os serviços AWS”, mas não comentou sobre os receios dos grupos de direitos civis, preferindo antes relembrar que a tecnologia tem os seus benefícios, como ajudar a localizar pessoas desaparecidas.

O departamento policial de Washington County, em Oregon, criou uma base de dados com 300 mil fotos de suspeitos e pode usar o Rekognition para pesquisar a atividade dos mesmos em tempo real a partir de câmaras policias ou câmaras públicas e privadas. De acordo com um porta-voz do departamento policial, o custo do uso mensal do software é de 6 a 12 dólares.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*