Google anuncia encerramento do Google+ após falha de segurança

0
160

A Google anunciou o encerramento para os utilizadores da rede social Google+. A notícia surge no mesmo dia em que o Wall Street Journal publicou um artigo sobre um bug no serviço, entretanto corrigido, que permitia a produtores externos aceder a dados privados de utilizadores.

Segundo a análise do Wall Street Journal, que cita pessoas informadas sobre o incidente, a Google identificou a falha de segurança na primavera, tomando a decisão consciente de não divulgar a descoberta, em parte, por recear uma regulação criteriosa e ver a sua reputação manchada.

A Google tomou conhecido da fuga de dados (incluindo nomes, endereços de email, datas de nascimento, fotos de perfil e ocupação) durante uma auditoria de segurança às suas APIs, em março, dois meses antes do Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados entrar em vigor. No total, o bug terá exposto informação privada de cerca de 500 mil utilizadores Google+, com os primeiros casos de fuga de dados a acontecerem em 2015.

No seguimento do anúncio de encerramento, a Google anunciou novas ferramentas para utilizadores de controlo sobre os dados que partilham com apps e serviços ligados a produtos da empresa.

É expectável que o Google+ cesse todos os seus serviços para consumidores ao longo dos próximos 10 meses. A empresa manifestou interesse em reorientar o produto para a área profissional.

Esta notícia surge menos de um mês depois do Facebook anunciar que hackers roubaram dados de 50 milhões de utilizadores da rede social. O encobrimento da Google poderá ter consequências a nível regulatório, não sendo neste momento inteiramente claro qual o alcance do escrutínio a que a empresa será sujeita por órgãos reguladores e pelos seus próprios utilizadores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*