Como proteger os smartphones das crianças

Como proteger os smartphones das crianças

Como proteger os smartphones das crianças? Num contexto de regresso às aulas, seja presencial, à distância ou num cenário híbrido, os smartphones adquirem uma relevância ainda maior. Para além de serem uma fonte de entretenimento e acesso às redes sociais, podem ser usados para partilhar notas ou até mesmo assistir a módulos de aprendizagem online. Dito isto, existem riscos de segurança.

De forma a ajudar os encarregados de educação a mitigar as ameaças online à espreita na Internet, desde o cyberbullying até esquemas fraudulentos, a ESET apresenta algumas dicas úteis. Descubra como manter as crianças e os seus dispositivos portáteis mais seguros!

O ABC da cibersegurança

Em primeiro lugar, palavras-passe fortes são importantes para pessoas de todas as idades que pretendem proteger-se de ameaças online. Devem seguir as melhores práticas de criação de palavras-passe e, se isso significar credenciais difíceis de memorizar, deve ainda considerar a utilização de um gestor de passwords. Dessa forma, fará com que todo o processo seja fácil e os seus filhos não terão de as escrever manualmente sempre que navegarem pelas aplicações no seu smartphone. Consiga agora palavras-passe fortes com a ajuda do gerador de passwords da ESET.

Por seu lado, um bloqueio de ecrã garante que mesmo que o smartphone seja deixado sem vigilância há uma camada de defesa adicional. Ou seja, uma forma de evitar que outras pessoas possam vasculhar e fazer circular as mensagens privadas ou conteúdos no equipamento do seu filho. Há várias para descobrir, desde códigos de acesso até bloqueios de padrão, ou mesmo fechaduras biométricas.

Soluções robustas para pais e filhos

Uma solução de segurança robusta, como o ESET Mobile Security para Android, também pode proteger os smartphones das crianças da maioria dos tipos de ameaças que encontram online. Incluindo os perigosos ataques de ransomware. Em caso de perda do equipamento, é ainda importante ter uma opção find my device instalada e ativada. Os dois principais sistemas operativos de smartphones – Android e iOS – oferecem esta solução, assim como alguns fabricantes incluem as suas próprias versões. Caso não consiga recuperar o telefone, tem à sua disposição mais uma medida: a limpeza remota do telefone do seu filho.

Manter os mais novos em segurança na Internet pode ainda envolver controlos parentais. Eles permitem estabelecer, por um lado, limites de tempo para aplicações ou, por outro, bloqueá-las completamente. Ao mesmo tempo permitem filtrar conteúdos potencialmente maliciosos e inadequados à idade, além de limitar os motores de busca para obter resultados seguros. E tudo com a possibilidade receber relatórios sobre as atividades dos seus filhos. A ESET recomenda uma solução como o ESET Parental Control para Android para maximizar a segurança digital.

Promover boas práticas de segurança

Além disso, importa também chamar a atenção para a promoção de boas práticas e hábitos digitais. É essencial explicar aos seus filhos os vários aspetos das redes sociais e os perigos que elas podem apresentar, uma vez que há poucas ou nenhumas hipóteses de que não as utilizem a dada altura! Existem inclusive redes socais para crianças que podem ser uma boa introdução a esse universo.

Por fim, para saber mais sobre os perigos enfrentados pelas crianças online, e como a tecnologia pode ajudar com isto, visite o site Safer Kids Online.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*