A ESET alerta os utilizadores de sistemas Mac para não descarregarem software pirateado através de redes de partilha de ficheiros P2P, uma vez que a unidade de investigação desta empresa, detectou que malware especialmente desenvolvido para roubar moeda electrónica, Bitcoin, está-se a espalhar através destas aplicações.

O troiano OSX/CoinThief infecta os computadores com Mac OS X, apoderando-se das credenciais de login relacionadas com as trocas de Bitcoin e ainda com os sites que as armazenam, utilizando para esse efeito addons que são instalados nos browsers.

Este troiano está a espalhar-se rapidamente por redes de partilha de ficheiros P2P e tenta enganar os utilizadores disfarçando-se de versões fidedignas de variadas aplicações muito utilizadas, nomeadamente:

Angry Birds – o famoso jogo dos pássaros
BBEdit – um editor de texto para OS X
Pixelmator – editor gráfico
Delicious Library – software que permite catalogar e organizar ficheiros multimédia.

“Os criminosos responsáveis pelo desenvolvimento deste troiano estão a tentar aproveitar-se da febre das Bitcoin”, afirma o investigador de segurança da ESET Graham Cluley. “Como as nossas investigações comprovaram, esta ameaça está a atingir principalmente os utilizadores que instalam aplicações pirateadas e descarregadas a partir de sites de torrents, que colocam deste modo as suas finanças em risco”.

O CoinThief foi descoberto em primeira instância por investigadores do SecureMac e em sites muito populares como o Download.com e MacUpdate.com.

Quer seja entusiasta das Bitcoin ou não, a ESET recomenda que proteja o seu computador com uma solução antivírus e não instale aplicações pirateadas e presentes nas grandes redes de partilha e ficheiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*