Apps de segurança e embustes. Descubra as diferenças.

0
193

Analisar aplicações suspeitas que se fazem passar por soluções de segurança ou antivírus é apenas uma das tarefas da ESET com vista à proteção da vida digital. A empresa descobre com frequência aplicações, por exemplo no Google Play, que apesar de se disfarçarem de software especializado estão disponíveis na loja sobretudo para expor os utilizadores a publicidade.

Em entrevista ao WeLiveSecurity, o especialista em segurança da ESET, Lukáš Štefanko, comentou a propósito que até aplicações evidentemente perigosas conseguem por vezes transpor as defesas da Google e constarem na loja Google Play antes de serem desmascaradas e removidas.

As funções de segurança concebidas por estas apps oferecem características limitadas de whitelisting e blacklisting, que nem sofrem alterações ao longo do tempo, nem possuem mecanismos de atualização. Lukáš Štefanko afirma, por isso, tratarem-se de soluções totalmente estáticas que carecem da capacidade de detetar novas ameaças ou, em última instância, de oferecer um benefício real de proteção aos utilizadores de smartphones Android.

Produtos vendidos por especialistas de segurança fidedignos incorporam motores de rastreamento reais, procedimentos de atualização e bases de dados que são revistas diariamente – além de segurança baseada na nuvem que opera em tempo-real.

Lukáš Štefanko sugere, finalmente, escolher uma solução com resultados comprovados em testes independentes, como é o caso dos testes da AV-Comparatives, que publicou recentemente um relatório sobre segurança móvel.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*