Facebook suspende cerca de 200 apps após investigação em curso

1
166

O Facebook anunciou a suspensão de 200 aplicações entre as milhares que já investigou sob pretexto que falharam ou recusaram uma análise da empresa relacionada com o acesso a grandes quantidades de informação (e a sua má utilização).

A notícia foi comunicada pelo Facebook e surge no seguimento de uma investigação que ficou prometida pelo CEO Mark Zuckerberg a 21 de março deste ano.

Anunciada em resposta à coleção não autorizada de dados pessoais na rede social pela Cambridge Analytica, a investigação tem como alvo todas as apps que tiveram acesso a grandes quantidades de informação antes da mudança nas políticas de privacidade na rede social, em 2014 – que, refere o Facebook, reduziram significativamente os dados a que as apps podiam aceder.

O processo de análise está ainda a decorrer e o Facebook garante que “ainda vai demorar” até a investigação estar concluída.

A empresa não divulgou a lista das apps suspensas, nem deixou clara essa intenção.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*