Apple irá corrigir falha de segurança usada por autoridades para ganhar acesso a dispositivos

0
133

Desde há muito que a Apple tem apresentado o iPhone como um dispositivo seguro em que apenas o dono consegue entrar. Isto já provocou batalhas legais entre a empresa e agências policiais, incluindo um confronto mediático com o FBI em 2016 depois da Apple ter recusado desbloquear o iPhone de um assassino em massa.

O FBI acabou por pagar a uma outra empresa para entrar no dispositivo, contornando a necessidade de obter a cooperação da Apple. Desde então, várias agências policiais têm usado essa estratégia para ganhar acesso a iPhones bloqueados na esperança que isso as ajude a resolver casos.

Agora, a Apple tenciona corrigir a falha de segurança que permite às autoridades desbloquear iPhones, recebendo críticas de agências policiais e reacendendo o debate sobre se o governo deve ter o direito a entrar em dispositivos pessoais.

A Apple disse que está a planear uma atualização de software para iPhones que desativa a porta de carregamento e transferência de dados dos dispositivos uma hora depois do telemóvel ser bloqueado. Embora o dispositivo continue a poder ser carregado, passa a ser preciso desbloqueá-lo para transferir dados usando esta porta. Esta mudança dificultaria o trabalho das autoridades, que tipicamente ganham acesso a iPhones bloqueados ligando outro dispositivo à porta, muitas vezes passados dias ou mesmo meses depois do último desbloqueio.

Leia a notícia completa aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*