Segurança IOT no CES – você sabe com quem fala a sua casa?

0
171

Em toda a área de exposição no CES, não existiu um único metro quadrado que não tivesse algum gadget ligado à Internet. Sejam minúsculos robots, um controlador de iluminação para a casa, ou uma máquina de bebidas de última geração, tudo está ligado. E embora tenhamos trabalhado com vários fabricantes de IoT para ajudar a proteger os seus dispositivos assim que descobrimos vulnerabilidades, a expansão de possíveis dispositivos vulneráveis é simplesmente impressionante.

Por exemplo, vários fabricantes já possuem várias ofertas de controlo da casa via áudio. Embora seja fantástico ter uma casa onde se pode abrir automaticamente as cortinas bastando uma ordem sua, há uma desvantagem potencial. Se alguém conseguir captar a sua voz, é fácil replicar e abrir portas e janelas para que possam ver o interior da sua casa sempre que entenderem. Isto seria inestimável para os possíveis arrombadores antes de conseguirem entrar, certificando-se, assim, que ninguém está em casa.

Perante cenários que farão parte do futuro, é fácil imaginar coisas como ransomware em toda a casa, em que hackers se apoderam de sistemas automáticos, bloqueiam-no a si e tentam extorquir dinheiro e/ou acedem à sua conta bancária vinculada a uma plataforma de pedidos ativada por voz.

Uma empresa com uma escova de dentes digital que registra seus padrões de escovação e desenvolve tendências ao longo do tempo. A indústria odontológica e seguradoras que possam ter acesso a essa informação, ficam em mãos com uma mina de ouro, podendo utilizar em campanhas de marketing e determinação de prémios de seguro. A questão da privacidade vem à tona, assim como as conversas de dados pessoais ao estilo GDPR. Este, e outros sensores médicos exibidos aqui possuem uma linha muito ténue a separá-los de possíveis problemas de privacidade e de roubo de dados, o que seria muito embaraçoso e potencialmente prejudicial para a vítima e o fornecedor de IoT.

À medida que os sensores se adaptam à forma como vivemos, nos aproximamos da assistência à saúde e nos transportamos, a superfície de ataque aumenta exponencialmente, especialmente à medida que esses sensores interagem com a Internet. Agora é possível ter espiões digitais em sua casa de maneiras totalmente novas, mas será que você consegue identificá-los?

As casas estão cheias de tesouros digitais. No centro de tudo isso está o seu router doméstico. Você sabe, aquele em que você não atualizou o firmware (ou não tem nenhum disponível) desde que você o comprou? Manter o controle desse importante cruzamento digital vai tornar-se cada vez mais importante, reorientando o setor de segurança informática para defender sua rede doméstica, que se tornará mais complexa e diversificada do que as redes corporativas de antigamente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*