Tem a certeza que limpou o seu disco rígido corretamente?

De acordo com um estudo, quase 60% dos discos rígidos em segunda mão mantêm dados de proprietários anteriores.

Encomendado pela Comparitech e conduzido pela Universidade de Hertfordshire, o estudo procurou descobrir o quão aprofundados somos quando se trata de limpar os nossos discos rígidos antes de vender os mesmos. Acontece que muitos de nós não vamos muito ao pormenor. Ou não vamos de todo.

Os investigadores realizaram uma série de testes numa amostra de 200 discos rígidos em segunda mão, que foram comprados em mercados online e em vários comerciantes. Eles descobriram que quase 60% desses discos rígidos ainda continham algumas informações armazenadas neles dos antigos proprietários.

Entre as informações encontradas incluem-se dados confidenciais que poderiam ser explorados por pessoas mal-intencionadas. Os dados variaram de documentos oficiais, como digitalizações de passaportes e cartas de condução, passando por extratos bancários e documentos fiscais, até pedidos de visto e até fotos de natureza íntima. A lista de documentos descobertos nesses discos rígidos é muito mais variada, mas isto serve apenas para ilustrar a quantidade de dados confidenciais que você pode armazenar nos discos rígidos e sem pensar muito.

Por outro lado, embora pareça indiferente os proprietários quanto à segurança de seus dados, o estudo mostra o contrário. Os ex-proprietários tentaram limpar seus dados, mas não conseguiram fazê-lo com a devida segurança. Apenas 26% das unidades foram limpas corretamente e nenhum dado foi possível de recuperar das mesmas, enquanto outros 16% não estavam acessíveis e não puderam ser lidos. Quanto aos restantes, os dados podem ser recuperados com diferentes graus de dificuldade. O mais preocupante é que uma em cada seis pessoas não fez nenhuma tentativa para limpar os dados.

Um estudo semelhante foi realizado em 2007. Naquela época, a quantidade de dados recuperáveis ​​de HDs em segunda mão era significativamente menor. Além disso, no estudo mais antigo, um número considerável de unidades acabou por ser ilegível. Observando esta tendência crescente de recuperação fácil de dados de unidades em segunda mão, os vendedores deveriam ter mais cuidado.

É sempre possível adotar medidas preventivas, sendo que a mais simples passa pela encriptação do disco rígido, para que possa ficar tranquilo em caso de perda ou roubo. Quando se trata de limpar o disco rígido que deseja vender, pode verificar o site do fabricante do disco rígido, que deve conter ferramentas para ajudá-lo a gerir o processo de limpeza correto. Antes de prosseguir, no entanto, confirme que faz backup de todos os dados que deseja manter.

Amer Owaida, colaborador do WeLiveSecurity

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*