ESET suspende vendas na Rússia

Em resposta à chocante decisão do governo russo de invadir a Ucrânia, a ESET, empresa líder em soluções de cibersegurança na União Europeia, anunciou hoje que vai suspender todas as novas vendas a quaisquer indivíduos, empresas e organizações na Rússia e Bielorrússia. Anteriormente, vendas ao governo russo e entidades associadas já estavam suspendidas desde 2016, quando este introduziu regras fiscais, legislação e processos de certificação que favoreciam fornecedores locais. Complementando esta decisão, a resposta integrada da ESET à invasão inclui outras medidas:

  1. A ESET irá fornecer apoio humanitário aos cidadãos da Ucrânia, criando um fundo inicial de 500.000 euros para ajudar através de suporte direto e doações a ONGs (nomeadamente a INTEGRA Foundation e a UNICEF). Como empresa e comunidade, a ESET organizou doações dos seus empregados e encorajou-os a voluntariarem-se ativamente nas suas comunidades igualando o tempo gasto por eles em causas humanitárias, e está também a apoiar os empregados dos seus parceiros ucranianos e as suas famílias com ajuda direta e apoio continuado, incluindo acomodação, dinheiro e donativos.
  2. Trabalhando intimamente com os especialistas de suporte técnico dos seus parceiros ucranianos, a ESET estendeu o suporte a clientes de forma a garantir a continuidade para os seus clientes afetados. Para além disso, atualizou gratuitamente os seus clientes empresariais ucranianos para o seu produto de topo e estendeu o prazo de todas as licenças que estavam prestes a expirar para os seus clientes empresariais e domésticos na Ucrânia, sem custo adicional.
  3. A ESET está a fornecer informações de pesquisa e investigação de cibersegurança às várias entidades europeias que estão a lidar, resolver e mitigar as ciberameaças provenientes do conflito. A ESET está a partilhar a sua pesquisa no blog WeLiveSecurity e a aumentar o suporte para resposta a incidentes. A ESET Research está a monitorizar ameaças no mundo digital que estejam diretamente relacionadas com o conflito, começando com a descoberta do HermeticWiper, um novo malware apagador de dados que atacou alvos ucranianos na véspera da invasão. Entre 27 de fevereiro e 1 de março, a ESET Research publicou avisos sobre fraudes de caridade que tiram partido da guerra e a descoberta de outro apagador de dados e de um worm usado para espalhar o HermeticWiper. A ESET continua a apoiar a posição defensiva de cibersegurança de empresas e organizações governamentais, incluindo equipas CERT nacionais, dentro da União Europeia.
  4. Para impulsionar esta resposta, a ESET atualizou as suas soluções de segurança para organizações ameaçadas na zona de conflito, estados vizinhos e estados participantes na resposta internacional caso sejam atacados. Está também a oferecer gratuitamente a sua poderosa proteção contra ataques zero-day – ESET Dynamic Threat Defense – tanto a novos clientes como a clientes existentes.

Como fornecedor europeu de soluções de segurança digital há mais de 30 anos, a ESET tem contribuído para a diversidade de software de segurança na Ucrânia, Rússia e em todo o mundo.

Sendo o maior fornecedor não nacional de proteção endpoint na Rússia, a ESET não decidiu suspender as suas vendas no país de ânimo leve, mas a sua prioridade neste momento é apoiar a Ucrânia e os seus cidadãos. Outras medidas estão sob consideração e serão anunciadas no devido momento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

1 + 15 =

*